Resumo e Propostas do Projeto de Artes e Ofícios das Cidades do Patrimônio Mundial Cidades Património Mundial

Resumo e Propostas do Projeto de Artes e Ofícios das Cidades do Patrimônio Mundial Cidades Património Mundial

 

Relativamente ao Projeto de Artesanato e descontaminação visual, elabora-se o seguinte relatório com algumas propostas a ter em consideração para a sua inclusão no projeto.

Considerando o nível de proteção e as características especiais das Cidades e Lugares Património Mundial, identificamos como atividades mais presentes atualmente nestes espaços as que estão relacionadas com o Comércio e o Turismo.

As lojas e ateliers de artesanato e criação artística, relacionam ambas as atividades como atividade económica sustentável, capaz de fixar uma população residente.

O objetivo deste projeto é a promoção do artesanato autóctone das Cidades Património Mundial (OCPM) através da criação de um «Selo de Qualidade Artesanal» que reúne, sob um denominador comum, todo o artesanato realizado nas referidas cidades, para poder diferenciá-lo doutros trabalhos industrializados e com objetivos diferenciados:

  • Diminuir os efeitos negativos da contaminação visual nos conjuntos patrimoniais produzida pela estética de muitos dos negócios dedicados à venda de artesanato.
  • Conseguir preservar e transmitir às gerações futuras, âmbitos de trabalho artesanal tradicionais vinculados aos lugares Património Mundial.
  • Favorecer o estabelecimento de uma nova geração de trabalhos de design artístico e artesão.
  • Difundir a exposição e a venda do artesanato tradicional autóctone, aplicando critérios de qualidade e autenticidade.
  • Promover os artesãos locais e o processo de elaboração dos produtos.
  • Sensibilizar os gestores das lojas localizada nas zonas protegidas para a exposição e venda de produtos artesanais locais de forma presencial e online.

 

  1. Trabalhos desenvolvido durante os anos 2017 e 2018:

Definição e normativa do Selo de Qualidade.

Selo de Qualidade aprovado em 2017 para a promoção artesanal.

Jornadas e Organização da I Feira de Artesanato das Cidades Património Mundial realizada em Granada entre os dias 18 e 21 de dezembro de 2018.

Entrada em funcionamento do site informativo www.ciudadespatrimonio.eu

  1. Propostas para o ano de 2019:

Realização da II Feira de Artesanato de Cidades Património Mundial.

Ampliação dos serviços e informação do site.

Proposta de ampliação do Projeto: diversificação que abranja mais aspetos dos contemplados num princípio e nos sirva de plano estratégico para melhorar estes aspetos e que é necessário avaliar:

Selo de Qualidade: um dos componentes prioritários do projeto é a implementação de um selo de qualidade, que juntamente com a difusão realizada através de um site específico, sejam capazes de melhorar a visibilidade e a comercialização do artesanato e arte realizado nos lugares «Património Mundial».

Extensão para as indústrias criativas: propõe-se a realização de uma extensão deste selo, mediante a implementação do mesmo símbolo para outras atividades económicas que se estabeleçam nos lugares Património Mundial e as identifiquem territorialmente. Seria necessário aplicar os sistemas de qualidade existentes do SICTED “Sistema Integral de Qualidade Turística em Destinos” que abrange procedimentos e processos de Qualidade para todos os serviços cidadãos.

Identificação dos lugares de Exposição Artesã: Gestão de espaços para uma possível venda de artesanato por parte dos artesãos qualificados, demonstrações ao vivo, cursos, curtas-metragens para amadores, conferências e colóquios; em resumo, interagir com os vizinhos e o turismo, de forma que possam autofinanciar-se.

Reconhecimento Oficial por parte das autoridades competentes de cada país: Reconhecimento da marca de qualidade certificada para o artesanato, com uma avaliação anual para todas as marcas centralizada nos órgãos de gestão do património de cada cidade.

Elaboração de regulamentos municipais semelhantes nas cidades que façam parte do projeto, que recolham as ações de ordenamento das atividades artísticas em lugares Património Mundial.

 

 

CategoriasNotícias

Últimas notícias